Diferença entre roteador Wi-Fi e adaptador wireless e o que considerar antes de comprar um

Wireless significa “sem fio”. O wi-fi é um exemplo de rede do tipo wireless

Estar conectado tem se transformado, cada vez mais, em uma necessidade diária, seja para se comunicar, para trabalhar ou mesmo se divertir. Esse universo, porém, pode ser um tanto quanto complexo.

Imagine que você tenha um problema na internet da sua residência, e o técnico diga que será necessário trocar o seu aparelho por um roteador novo, ou, ainda, que seria interessante usar um adaptador wireless para melhorar a sua conexão.

Fique tranquilo caso você ainda não tenha a menor ideia do que seja qualquer um desses termos, pois vamos explicar o que são o wi-fi, o wireless, o roteador e o adaptador, assim como o que se deve considerar antes de comprar um deles.

Entendendo os termos: wi-fi e wireless

De modo geral, todos nós somos leigos em algum assunto. Religião, política, esportes, economia, artes, cultura… É preciso reconhecer que não sabemos de tudo, o que não impede que possamos conhecer e até nos tornarmos experts no assunto.

Quanto à informática, não poderia ser diferente. Esse campo, relativamente novo, vem crescendo graças às novas tecnologias, facilitando a nossa vida em vários aspectos, principalmente no que diz respeito à comunicação.

É preciso lembrar que tal campo também possui seus termos técnicos, e desvendar alguns deles é necessário, já que eles fazem parte do nosso dia a dia. Por exemplo, wi-fi e wireless, você sabe o que significa cada um deles?

Traduzindo para o português, wireless significa “sem fio”. Portanto, qualquer tipo de conexão que não necessite de cabos e que tenha função de trocar informações entre dispositivos pode ser denominada de wireless. Exemplos disso são as conexões via bluetooth e via infravermelho. 

O wi-fi, nesse sentido, não seria a mesma coisa? Na verdade, não. O termo wi-fi é a contração de “Wireless Fidelity”, algo como “fidelidade sem fio”, e seu objetivo é gerar uma conexão entre diferentes dispositivos (smartphone, computador, notebook, tablet, impressora etc.) com a internet através de ondas de rádio. 

Qual é a função do roteador e do adaptador?

Depois de entender melhor os termos wi-fi e wireless, fica mais fácil explicar o funcionamento de dispositivos como o roteador e o adaptador. O primeiro é um aparelho que serve para distribuir a internet, podendo ser por cabo ou via rede wi-fi.

Com o roteador, é possível conectar vários aparelhos em uma mesma rede, de modo que eles possam trocar dados e informações entre si. Isso sem falar da mobilidade, já que não é preciso haver cabos e nem estar perto do aparelho para estar conectado.

O adaptador, por sua vez, funciona como um conversor que vai transformar os sinais digitais em conexão com a internet. Ele servirá tanto para modelos de computadores mais antigos, que não têm uma placa wireless integrada, quanto para quem tem uma conexão de wi-fi fraca e deseja melhorar o seu desempenho.

Como escolher cada um?

Na hora de comprar um roteador, quatro quesitos precisam ser considerados: velocidade de acesso à internet; velocidade de transmissão; alcance e tamanho do ambiente. A velocidade de acesso está relacionada ao pacote de internet adquirido e independe do roteador.

A velocidade de transmissão, por sua vez, é definida por dois tipos de padrão de conexão: BGN, com velocidade entre 11 Mbps e 600 Mbps, e AC, com velocidade de no máximo 1200 Mbps. O recomendado para ter mais agilidade e impedir que o sinal trave é de, pelo menos, 300 Mbps.

Inclusive, o espaço também precisa ser considerado, já que, quanto maior for a área de cobertura, maior deverá ser a potência do aparelho. O mesmo vale para o alcance do roteador, que deve estar posicionado num lugar centralizado e no alto, você consegue obter esses aparelhos em uma loja de informática.

No caso do adaptador wireless, são considerados fatores como padrão de segurança e de sinal, velocidade, recepção, intervalo, dimensões e compatibilidade com o sistema operacional. Aparelhos com padrões de segurança e de sinal modernos são mais indicados.

A recepção do sinal pode ser direcional (alinhada às antenas de interação) ou omnidirecional (em todas as direções), sendo este segundo mais interessante para quem não fica muito tempo próximo ao roteador. O intervalo entre o envio e o recebimento de dados deve ser entre 2,4Ghz e 5Ghz.

Por fim, na hora de adquirir um adaptador wireless, o modelo precisa ser compatível com o sistema operacional do seu computador, bem como ter as dimensões adequadas dentro e fora de casa.